Camarilha dos Quatro

Revista de crítica musical.

Curumin (com Marku Ribas) – “Dançando no Escuro” (2008; Quannum/YB, Brasil)

A dupla presente nesta faixa representa dois momentos muito particulares das diversas vertentes do samba-soul no Brasil. De um lado, Marku Ribas, compositor, percussionista e cantor, conhecido por tocar com os Rolling Stones em Dirty Work (85); do outro, o cantor, compositor e multinstrumentista Luciano “Curumin” Nakata. Marku, em sua época mais prolífica, lançou álbuns que hoje são reconhecidos pelo pioneirismo na mistura do samba e do soul com a música africana e latina. Curumin, excelente baterista, já tocou com Arnaldo Antunes, e trabalha sobre o samba, o soul, o hip hop, a música latina, o afrobeat e tudo o que mais vier… O primeiro abriu caminhos, estabeleceu pontes e produziu uma sonoridade inconfundível (alcançada sobretudo nos álbuns Underground e Marku, de 73 e 75, respectivamente); o segundo, expande esses caminhos, lançando mão de outros atributos: Japan Pop Show, seu segundo álbum, adiciona elementos através de uma produção mais consistente que a do primeiro álbum, Achados e Perdidos.

“Dançando no escuro” começa com uma instrumentação soturna, próxima do trip hop, calcada em percussões digitais e pontuada por um solo de trumpete: a voz soul de Marku entoa os versos “brejeiros” escritos por Curumin. De repente, lá pela metade da música, uma pausa: adentra aquela batida característica, criada por Tony Oladipo Allen, baterista e diretor musical de Fela Kuti, apelidada de forma meio óbvia de afrobeat (reza a lenda que Fela teria dito que sem Tony Allen não haveria afrobeat…). Marku desenvolve então uma série de improvisos com falsetes que, paralelamente ao solo de trumpete, produzem uma sonoridade tão doce quanto arrojada. No fim das contas, “Dançando no escuro” exibe o trabalho de dois músicos mais que interessantes, em uma canção nem tão brilhante (prefiro “Kyoto” e “Mistério Estéreo”, do mesmo álbum). Mas que convence e chama a atenção porque emoldurada por um belíssimo arranjo, fiel às particularidades de cada um. (Bernardo Oliveira)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 25 de julho de 2008 por em Uncategorized e marcado , , , .
%d blogueiros gostam disto: