Camarilha dos Quatro

Revista de crítica musical.

Animal Collective – “Brothersport” (2007-2009; não-lançada)

animal2008

Primeiro foram os sensacionais encerramentos de apresentações que chegaram aos ouvidos dos fãs através dos mp3 disponíveis. Depois, ao menos para os que lá estiveram, foi o encerramento do igualmente sensacional show que eles fizeram no Planeta Terra, em São Paulo. E agora a polêmica de vazamento de “Brothersport” na internet, primeiro a partir de um podcast do site da bacanérrima revista francesa Les Inrockuptibles, e depois numa série de blogs, entre os quais o do Grizzly Bear, que divulgaram e disponibilizaram a mp3 e depois foram acionados legalmente. Mas o que importa não é a fofoca, é a faixa: tanto gravada em estúdio como ao vivo, “Brothersport” é um completo sucesso e uma relativa surpresa dentro do repertório do grupo (o que é algo difícil, dada a imprevisibilidade desses artistas). Instrumentalmente, dois elementos dominam a estrutura: um loop delicado de sintetizador e um loop de chocalho tocado como samba ou xaxado, mas com uma insistência rítmica que, diante da discrição de outros componentes percussivos (no máximo um grave meio zabumba que ressalta a marcação), ganha uma fluência soberba (em momentos chega a lembrar, err, os tratamentos de Ricardo Villalobos). No last.fm chamaram carinhosamente de samba-trance. Mas o que definitivamente leva a canção são as vozes de Avey Tare e Panda Bear em coro ou juntos-separados, que cria uma dinâmica muito parecida com as melodias africanas que Paul Simon pinçou pra fazer Graceland. Mais uma vez, eles conseguem o equilíbrio perfeito entre maluquice, ternura, encantamento e inovação, fazendo sua espécie de música infantil on acid, dos gritos de Avey Tare – mais discretos em estúdio do que ao vivo – aos mesmos versos repetidos que imprimem na faixa um forte poder rítmico e produzem essa fascinação palatável típica de música para crianças (tanto uma amiga de trabalho quanto o cara da Pitchfork evocaram, em comparação, a versão de “The Lion Sleeps Tonight” tirada de O Rei Leão, o que não é nenhuma surpresa uma vez que os próprios autores da trilha beberam de Graceland para arranjos e composição), encontrando a cada vez novas e estimulantes formas de renovar a proposta e a sonoridade do grupo (nenhum disco do AC soa como o anterior). Ainda não temos como dizer se essa será a versão de estúdio definitiva, mas seja como vier, já temos para 2009 uma forte concorrente a música do ano. Os outros vão ter que suar a camisa para disputar. (Ruy Gardnier)

Anúncios

Um comentário em “Animal Collective – “Brothersport” (2007-2009; não-lançada)

  1. Pingback: Like a social statts… « blog do nada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 28 de novembro de 2008 por em Uncategorized e marcado .
%d blogueiros gostam disto: