Camarilha dos Quatro

Revista de crítica musical.

Ao vivo: Hallogallo (Michael Rother, Steve Shelley e Aaron Mullan) (23/11/2010; Sesc Vila Mariana, São Paulo)

Não são lá grandes coisas os registros ao vivo relativos ao rock alemão da década de 70. Não dispomos de gravações que atestassem, de forma concreta, o poder de fogo do Kraut Rock – à exceção do Can. Registros suficientemente poderosos do Cluster, Harmonia, Kraftwerk, infelizmente, não são fáceis de encontrar. Pudera, pois o talento dessa geração se concentra sobremaneira nos estúdios: o estilo da produção, a qualidade e ousadia das gravações e mixagens e a experimentação, sim, foram determinantes na constituição deste rock às avessas que é o Kraut. Talvez por aí se possa entender o sentido do projeto Hallogallo: executar as faixas de Rother com a pegada dura e disciplinada de Shelley e Mullan. É certo que em muitos momentos nos flagramos admirando menos a obra que a perfeição da cozinha, sobretudo em desempenhos extraordinários como em “Fur Immer” e “Hallogallo”, mas sobretudo em “Deluxe (Immer Wieder)”, faixa que abre o melhor disco do Harmonia, acrescida de pratos e caixas para todos os lados, no momento mais profundo e barulhento do show. Não me parece tão estranho que os alemães – particularmente este alemão –  tenham encontrado morada no coração do roqueiros americanos, já que, por uma questão genealógica, paira sobre o rock americano a pecha de simplório, selvagem, meramente voltado para a dança e a diversão. Mas a questão é que Michael Rother foi um dos artistas que mostraram aos americanos que a textura e a repetição poderiam ser utilizadas de outra forma, que certas dissonâncias, certos sons não advindos de instrumentos tradicionais, poderiam constituir uma sonoridade vigorosa. Quando começa “Negativland”, a última música do show, percebo que por mais experimental que seja, por mais desafiador que pareça, o trabalho de Rother encerra a característica fundamental do verdadeiro rock’n’roll : potência!, plenamente demonstrada em uma apresentação inesquecível. (Bernardo Oliveira)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 30 de novembro de 2010 por em ao vivo e marcado , , , .
%d blogueiros gostam disto: