Camarilha dos Quatro

Revista de crítica musical.

Fuck Buttons – “Sweet Love for Planet Earth” (2008; ATP, Reino Unido)

fuckbuttons1

Nesse final de ano a Camarilha sairá de suas habituais postagens de dois discos por fim de semana, mas por um bom motivo: como todos ou quase todos os veículos de cobertura artística, faremos também nossas listinhas de melhores do ano. A partir de sábado, diariamente teremos a publicação de uma das listas de nossos quatro fiéis escudeiros. Essa semana, serão as músicas do ano, e cada um terá que escolher 25 entre as que mais emocionaram/instigaram/alegraram/fizeram seguir o ano. Na semana seguinte, seguindo o mesmo protocolo, é a vez da seleção de 20 álbuns (eps valem) por escriba. Cada lista será acompanhada de texto contextualizando as escolhas, listando inelegíveis & menções honrosas e analisando como cada um viu 2008 na música.

E para terminar o ano, que tal uma musiquinha? Algumas passaram batidas aqui pela Camarilha (afinal, somos apenas quatro), algumas foram mesmo esboçadas mas a postagem não se concretizou. “Sweet Love for Planet Earth” apareceu no ano quando ainda estávamos esboçando a estrutura atual de nosso veículo (inicialmente sem a música de meio de semana), e apareceu com imponência. Ela começa como música de caixinha de música envolvente e delicada. Lá pelo primeiro minuto desce uma chuva de barulho sintetizado que cria uma das dinâmicas entre eufonia e abrasividade mais bonitas ouvidas esse ano. A música progride com surpresas: uma nota em delay que se transforma em principal motivo, umas camas de tecladinho e sobretudo um vocal ensandecido e distorcido que lembra Gibby Haynes dos Butthole Surfers gritando em “Jesus Built My Hotrod” do Ministry. Uma hora, acertadamente, a parede de barulho some, logo antes da entrada do vocal… mas é só para quando ela entrar de novo criar a sensação de que o inferno está comendo solto. “Sweet Love for Planet Earth” são definitivamente alguns dos dez minutos mais inacreditáveis que ouvimos esse ano. Que os anos vindouros revelem muitas mais composições primorosas do Fuck Buttons… (Ruy Gardnier)

P.S. Acompanhe a partir de sábado, 20/12, nossas listas individuais de preferidos do ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 19 de dezembro de 2008 por em noise e marcado , , .
%d blogueiros gostam disto: